Serviço de Obstetrícia

Informação Geral

Direção

Diretor do Serviço: Prof. Doutor Diogo Ayres de Campos

Administrador Hospitalar: Dr. Rui Vasconcelos e Sá

Enfermeira Coordenadora: Enf.ª Célia Rato

 

Setores 

Consulta de Obstetrícia
Responsável: Dra. Luísa Pinto
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Cláudia Milhinhos

Consulta de Interrupção da Gravidez
Responsável: Dr. Joaquim Neves
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Cláudia Milhinhos

Unidade de Ecografia e Diagnóstico Pré-natal
Responsável: Dr. Rui Marques Carvalho
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Fátima Horta

Urgência de Obstetrícia e Ginecologia/Bloco de Partos
Responsável: Prof. Doutora Susana Santo 
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Isabel Vital

Internamento de Medicina Materno-Fetal
Responsável: Dra. Mónica Centeno
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Cláudia Milhinhos

Internamento do Puerpério
Responsável: Dra. Maria do Céu Santo
Enfermeira-Chefe: Enf.ª Fátima Horta

 

Contatos

Atendimento Geral
Anabela Cautela – 21 780 50 78
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Secretária da Direção do Serviço
Sónia Dias – 21 780 51 80
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Secretária do Administrador Hospitalar
Miriam Pires  – 21 780 55 78
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.


Consulta de Obstetrícia
 - 217805177 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Ecografia e Diagnóstico Pré-natal - 217805186 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Internamento de Medicina Materno-Fetal - 217805183
Internamento do Puerpério - 217805089
Bloco de Partos - 217805028

 

Morada

Serviço de Obstetrícia
Hospital de Santa Maria
Av. Prof. Egas Moniz
1649 - 035 Lisboa

 

Localização

 

 

Covid-19

Enquanto durar a presente situação de elevado risco de infeção por COVID-19 alteram-se as seguintes atividades habituais no Serviço de Obstetrícia:

Agradecemos a compreensão de todas as nossas utentes em relação a estas medidas, que são essenciais para mantermos um hospital seguro.

 

Consultas e ecografias da gravidez 

O distanciamento social necessário para diminuir o risco de transmissão condicionou uma grande redução do número de lugares disponíveis nas salas de espera, levando a que não seja possível as grávidas serem acompanhadas durante as consultas e ecografias da gravidez. Em situações clínicas delicadas, se considerar que o acompanhamento seria muito importante para si, peça ao médico da consulta ou da ecografia para autorizar excecionalmente a presença de um acompanhante (este último terá de aguardar no exterior do edifício até ser dada autorização para passar pelo segurança, e só pode entrar no hospital quando a grávida já estiver dentro do gabinete).

De forma a não haver uma grande acumulação de utentes nas salas de espera da consulta e da ecografia, só é permitido o acesso das grávidas a estas salas de espera nos 10 minutos anteriores à hora agendada. As grávidas que cheguem com um atraso superior a 15 minutos em relação à hora agendada para a consulta ou ecografia terão estes procedimentos agendados para outro dia.

COVID-19 e gravidez – o que é importante saber?

 

Internamento de Medicina Materno-Fetal (Internamento de grávidas – Piso 4)

A existência de enfermarias com mais do que uma cama impede que se mantenham as visitas hospitalares diárias. Em situações clínicas delicadas a equipa de saúde poderá excecionalmente autorizar a presença de um visitante entre as 14:00 às 19:00, se este tiver um teste SARS-CoV-2 negativo realizado nos últimos 5 dias, não tiver tosse, febre ou falta de ar, e se cumprir os cuidados de segurança necessários para evitar a transmissão viral. O visitante necessita de desinfetar as mãos à entrada, usar sempre máscara cirúrgica e manter-se permanentemente junto da grávida. Tem também de aguardar no exterior do edifício até ser dada autorização para passar pelo segurança.

 

Bloco de Partos (Piso 6)

É permitida a presença de um acompanhante durante todo o trabalho de parto. Este acompanhante terá de ter um teste SARS-CoV-2 negativo realizado nos últimos 5 dias num laboratório considerado idóneo. De não tiver feito este teste poderá realizar uma colheita, juntamente com a grávida, na altura do internamento hospitalar. O acompanhante necessita também de não ter tosse, febre ou falta de ar, e de cumprir os cuidados de segurança necessários para evitar a transmissão viral (desinfetar as mãos à entrada, usar sempre máscara cirúrgica e não sair da sala de partos sem autorização).

É também permitido o acompanhamento da grávida no Bloco Operatório para cesarianas não-emergentes, desde que se cumpram as regras acima expostas.

COVID-19 e gravidez – o que é importante saber?

 

Puerpério (Internamento após o parto – Piso 5)

É permitida neste sector a visita às mães e aos bebés pela mesma pessoa que fez o acompanhamento no trabalho de parto. O período diário de visita é das 14:00 às 19:00. O visitante terá de ter um teste SARS-CoV-2 negativo realizado nos últimos 5 dias, não ter tosse, febre ou falta de ar, e cumprir os cuidados de segurança necessários para evitar a transmissão viral. O visitante necessita de desinfetar as mãos à entrada, usar sempre máscara cirúrgica e manter-se permanentemente junto da mãe até à saída do sector.

 

Quero ter o parto no Hospital de Santa Maria – o que devo fazer?

Se a sua gravidez não foi vigiada no Hospital de Santa Maria, mas quer ter o parto connosco, poderá sempre recorrer à Urgência de Obstetrícia quando entrar em trabalho de parto, trazendo nessa altura todas as análises e ecografias que fez na gravidez.

Antecipando a possibilidade do trabalho de parto não se desencadear espontaneamente e ser necessário induzir (provocar) o trabalho de parto às 41 semanas, por volta das 38 semanas deve pedir ao médico que vigiou a gravidez para lhe marcar uma consulta no hospital a realizar às 40 semanas. Caso a gravidez tenha sido vigiada num Centro de Saúde o pedido é realizado pelos circuitos informáticos habituais do SNS. Caso a gravidez tenha sido vigiada num médico particular, o pedido deve ser feito por email para a consulta de Obstetrícia. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Linha de atendimento à Urgência de Obstetrícia e Ginecologia

 

 

 

Missão e Valores

Missão

O Serviço de Obstetrícia tem por Missão proporcionar uma elevada qualidade técnica e humana no atendimento a grávidas com necessidades de cuidados hospitalares. Estando inserido num centro hospitalar público altamente diferenciado do ponto de vista técnico-científico e integrado na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, tem um forte compromisso com a investigação clínica, com o ensino pós-graduado e com o ensino pré-graduado em Medicina e Enfermagem. Todos estes objetivos são cumpridos tendo e consideração a motivação e a satisfação profissional dos elementos do Serviço.

 

Valores

No cumprimento da sua Missão, o Serviço de Obstetrícia e os seus profissionais partilham os seguintes valores e princípios: respeito pela dignidade humana, pela diversidade étnica, cultural e religiosa e pelos direitos dos doentes; rigor, integridade e responsabilidade; elevados padrões de humanização, de competência técnica e científica dos serviços prestados; cultura institucional, valores coletivos e espírito de equipa; ambição e empenho na melhoria contínua da qualidade; valorização, motivação e envolvimento dos seus profissionais; desempenho e sustentabilidade; respeito pelos princípios éticos e deontológicos na atividade assistencial.

 

Visita Virtual à Maternidade

 

Caso pretenda conhecer melhor as nossas instalações veja este curto vídeo de apresentação. Enquanto durar a presente situação de elevado risco de infeção pelo COVID-19 algumas das regras de acompanhamento foram modificadas. Para mais informações consulte a página “Covid-19”.

 

Atividade Assistêncial Programada

O Serviço de Obstetrícia exerce uma atividade assistencial no âmbito da especialidade, com particular diferenciação nas áreas da doença materna pré-existente, aborto e gravidez não evolutiva, diagnóstico pré-natal, medicina fetal, versão cefálica externa, acretismo placentário, indução do trabalho de parto, ecografia intraparto e monitorização fetal intraparto. No que respeita às doenças maternas pré-existentes e ao diagnóstico pré-natal, o Serviço presta apoio às regiões Sul e Oeste do país.

 

CONSULTA DE BAIXO RISCO

Assegura a vigilância de gestações de baixo risco de funcionárias do hospital e de grávidas referenciadas pelos cuidados de saúde primários, na fase final da gravidez.

 

CONSULTA DE MEDICINA MATERNO-FETAL

Assegura a vigilância de gestações com doença materna pré-existente, doença específica da gravidez e risco aumentado de doença fetal. Esta consulta é multidisciplinar, tendo o apoio de especialistas de outros Serviços do hospital - Endocrinologia, Genética, Reumatologia, Imunoalergologia, Infeciologia, Nefrologia e Cardiologia Pediátrica.

Consulte aqui os nossos folhetos informativos sobre cuidados gerais durante a gravidez:

Consulte aqui os nossos folhetos informativos para a segunda metade da gravidez:

Consulte aqui os nossos folhetos informativos sobre situações específicas da gravidez:

 

CONSULTA DE INTERRUPÇÃO DA GRAVIDEZ

Assegura os cuidados assistenciais a mulheres que pretendem interromper voluntariamente a gravidez.

Consulte aqui os nossos folhetos informativos específicos deste setor:

 

UNIDADE DE ECOGRAFIA E DIAGNÓSTICO PRÉ-NATAL

Assegura a realização de ecografias da gravidez e de técnicas de diagnóstico pré-natal.

Consulte aqui os nossos folhetos informativos específicos deste setor:

 

INTERNAMENTO DE MEDICINA MATERNO-FETAL

Assegura os cuidados assistenciais às grávidas que necessitam de internamento hospitalar, maturações cervicais e observação de curta duração

Consulte aqui os nossos folhetos informativos específicos deste setor:

 

INTERNAMENTO DO PUERPÉRIO

Assegura os cuidados assistenciais às puérperas e aos recém-nascidos nos primeiros dias após o parto.

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte é um Hospital Amigo dos Bebés, uma certificação da UNICEF em colaboração com a Comissão Nacional Iniciativa Amiga dos Bebés.

Consulte aqui os nossos folhetos informativos específicos deste setor:

 

Urgência

URGÊNCIA DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA

Assegura um atendimento permanente, todos os dias do ano, a situações obstétricas e ginecológicas urgentes. Para recorrer à Urgência de Obstetrícia e Ginecologia, deve virar à direita logo após passar a entrada principal do hospital e depois seguir a sinalização existente na rua. Se vier de carro, existe um parque de estacionamento ao lado da Urgência de Obstetrícia e Ginecologia, onde o estacionamento é gratuito durante o tempo que durar a observação na urgência (necessita de validar o cartão à saída no posto administrativo).

Se não tiver uma situação verdadeiramente urgente por favor não venha à Urgência. Ao fazê-lo pode estar a tirar a vez uma pessoa que precise mesmo de ser observada

Se pretende informação sobre o que são queixas obstétricas e ginecológicas urgentes e não-urgentes consulte o nosso folheto informativo abaixo:

Se tiver uma queixa não urgente, deve ir ao seu Centro de Saúde, ou ao médico que vigia a gravidez, para marcar uma consulta no próprio dia ou no dia útil seguinte.

  • Se tiver um atraso menstrual e suspeitar que está grávida não venha à Urgência.
  • Se tiver uma sensação passageira de mal-estar ou de desmaio, sem perda de consciência, não venha à Urgência.
  • Se tiver ardor ao urinar ou vontade de urinar muitas vezes não venha à Urgência.
  • Se tiver corrimento, ardor ou comichão vaginal não venha à Urgência.
  • Se tiver febre, dores de cabeça ou dores musculares, sem outras queixas, não venha à Urgência.

Caso se desloque à Urgência de Obstetrícia e Ginecologia com uma queixa não-urgente, não será tratada no hospital, mas sim reencaminhada para uma consulta no seu Centro de Saúde.

Se tiver dúvidas sobre se a sua queixa é ou não urgente por favor contacte telefonicamente a nossa linha de apoio da Urgência de Obstetrícia e Ginecologia, onde poderá falar diretamente com um médico de Urgência.

 

Consulte aqui outros folhetos informativos específicos deste setor:

 

 

BLOCO DE PARTOS

Assegura a assistência permanente, todos os dias do ano, a situações de trabalho de parto, indução de trabalho de parto e cirurgias obstétricas programadas e urgentes. No Bloco de Partos temos como principal missão proporcionar uma experiência o mais segura e positiva possível no trabalho de parto e parto, um momento tão marcante na vida das pessoas. Nas salas de parto individuais possibilita-se o acompanhamento permanente da grávida durante a sua estadia neste setor, o qual se mantém também caso exista a necessidade de realizar uma cesariana no Bloco Operatório (exceto em situações emergentes ou sob anestesia geral). 

No Bloco de Partos prestam-se cuidados de saúde personalizados, com a garantia de qualidade e independência de um hospital público universitário, baseados na evidência científica mais atual, centrados na escolha partilhada com as grávidas e no consentimento verdadeiramente informado, tendo como objetivo proporcionar uma experiência o mais positiva possível.

Consulte aqui os nossos folhetos informativos específicos deste setor: