Investimentos em infraestruturas de Saúde: Equipamentos

 

Equipamento de tecnologia avançada para a área de oncologia

 

Designação da Operação | Equipamento de tecnologia avançada para a área de oncologia

Código do Projeto | LISBOA-06-4842-FEDER-000045

Objetivo principal | Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção | Lisboa

Entidade beneficiária | CENTRO HOSPITALAR UNIVERSITÁRIO LISBOA NORTE EPE

Data de aprovação | 2019-03-11

Data de início | 2018-10-10

Data de conclusão | 2020-06-30

Custo total elegível | 7.125.538,65 €

Apoio financeiro da União Europeia | 3.562.769,32 €

 

Descrição da Candidatura

A presente operação implementada pelo Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, E.P.E. (adiante designado CHULN) consistiu na aquisição de equipamento de tecnologia avançada para modernização tecnológica de terapêutica altamente especializada, visando atenuar as fragilidades prioritárias do CHULN, nomeadamente nas áreas da oncologia e radioterapia com o objetivo de melhorar a qualidade e especialização de tratamento. Esta operação enquadra-se na Prioridade de Investimento 9.7 (9a) – Investimento na saúde e nas infraestruturas sociais que contribuam para o desenvolvimento nacional, regional e local, para a redução das desigualdades de saúde, para a promoção da inclusão social através de melhor acesso aos serviços sociais, culturais e de recreio, assim como para a transição dos serviços institucionais para os serviços de base comunitária.

A aquisição dos referidos equipamentos permitiu ao CHULN apostar na manutenção e promoção da qualidade e diferenciação dos cuidados prestados através da modernização tecnológica de terapêutica em áreas prioritárias de elevada complexidade, permitindo, deste modo, reduzir as atuais assimetrias de eficiência do CHULN ao nível dos equipamentos, contribuindo para a sustentabilidade e criação de valor da sua atividade.

Objetivos

A presente operação tem como principais objetivos estratégicos:

  • Consolidar o posicionamento de destaque do CHULN como instituição de referência a nível nacional, na prestação de cuidados de saúde, sintonizada com o que é a realidade médica, o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e a prática médica;
  • Potenciar o aumento da capacidade de resposta do CHULN na realização de tratamentos de elevada complexidade, bem como a aplicação de procedimentos inovadores, nomeadamente em doenças oncológicas;
  • Potenciar a melhoria dos níveis de eficiência do CHULN;
  • Proporcionar um crescimento e desenvolvimento sustentado do CHULN, assente na visão de que o CHULN é uma instituição exemplar na prestação de cuidados de saúde, centrada na mudança e diferenciação.

Esta operação tem assim como objetivo central melhorar a qualidade dos cuidados de saúde e aumentar a capacidade de resposta em número, assim como garantir o cumprimento do tempo máximo de espera através da implementação de equipamentos de tecnologia avançada que permitirão dotar o CHULN de modernização tecnológica de terapêutica altamente especializada, na área de oncologia/radioterapia. A operação está em consonância com o programa do atual Governo (XXI Governo Constitucional) que assumiu uma clara aposta em melhorar a qualidade dos cuidados de saúde, nomeadamente através da aposta em medidas de promoção da saúde e do combate à doença e aposta na garantia de segurança do doente (Pág. 100 e 101 do Programa do XXI Governo Constitucional).

Refira-se ainda que os objetivos estratégicos traçados para o CHULN encontram-se perfeitamente alinhados e certamente contribuirão muito positivamente para o alcance do objetivo específico “9.7.3 Ações que visem melhorar a qualidade de diagnóstico e tratamento das unidades hospitalares” incluídas no âmbito do Eixo Prioritário 6 “Promover a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação” para a Região de Lisboa, na medida em que o seu alcance contribuirá positivamente para garantir a sustentabilidade financeira do CHULN, aumentando os níveis de prestação dos cuidados de saúde, através da ampliação da capacidade de resposta, de uma intervenção mais precoce na doença, proporcionando à população da Região de Lisboa, nomeadamente da área de referência do CHULN, o direito à proteção da saúde, contribuindo deste modo para reduzir as desigualdades na saúde e o desenvolvimento territorial e social da Região de Lisboa.

De forma resumida, podemos afirmar que o objetivo geral da presente operação visa a excelência clínica endógena com impacto positivo na qualidade assistencial e no outcome clínico dos doentes.

Neste contexto, importa ainda referir que a presente operação, apresenta também um conjunto de benefícios indiretos económicos e sociais, que terão impacto na redução de custos ao nível da prestação de cuidados de saúde, dos quais se destacam: redução de custos com pedidos de tratamentos ao exterior, menos queixas dos doentes; menor morbilidade hospitalar e menor mortalidade.

 

Principais Actividades

Para o alcance dos objetivos traçados, o CHULN realizou um conjunto de equipamentos de tecnologia avançada, constituindo diversas ações que foram operacionalizadas da seguinte forma:

Ação 1 - Área da Radioterapia/Oncologia

  • Aquisição de 2 Aceleradores Lineares e 2 bunkers

Ação 2 - Área da Imagiologia/Radioterapia

  • Aquisição de 1 Equipamento de Tomografia Axial Computorizada com pelo menos 16 cortes destinada a planeamento de radioterapia
  • Aquisição de 1 Sistema Ótico de Imagem Guiada para integração com o equipamento de tomografia axial computorizada de simulação, para aquisição de imagens tomográficas com coordenação respiratória.

Ação 3 - Área da Urologia

  • Aquisição de Ureterocistoscópios para a realização de cistoscopias na especialidade de Urologia

Ação 4 - Área da Imagiologia/Ecografia

  • Aquisição de 2 Ecógrafos para a realização de procedimentos ecoguiados e para a realização de exames abdominais, fundamentais no rastreio e diagnóstico precoce do cancro.

Ação 5 - Área da Gastrenterologia

  • Aquisição de Insufladores de CO2 e Bombas de Irrigação para a especialidade de Gastrenterologia e que permitirão a execução de técnicas de endoscopia com maior segurança e cumprindo as “guidelines” da especialidade de gastroenterologia na identificação e tratamento de lesões malignas.

 

Resultados esperados / atingidos

Os equipamentos adquiridos no âmbito da presente candidatura contribuem decisivamente para o objetivo específico de “aumentar a capacidade de resposta da rede de serviços hospitalares aos novos desafios epidemiológicos e demográficos”, designadamente para a redução dos tempos médios de espera para acesso a cuidados de saúde hospitalares de prioridade de nível II.

Em termos de desafios epidemiológicos e demográficos, refira-se que existem um conjunto de fatores, como sejam o envelhecimento da população, as alterações do estilo de vida, que impulsionam a intervenção dirigida para um conjunto de doenças de elevada prevalência, designadamente as doenças oncológicas.

Os equipamentos apresentados nesta candidatura visam responder às necessidades de saúde com especial incidência na especialidade oncológica, contribuindo para o aumento da capacidade instalada e redução dos tempos médios de espera para a realização de meios complementares de terapêutica, mais especificamente os tratamentos de radioterapia, à população da referência do CHULN, para a radioterapia.

De acordo com a Portaria n.º 153/2017 de 4 de maio, que define os Tempos Máximos de Resposta Garantidos (TMRG) no Serviço Nacional de Saúde para todo o tipo de prestações de saúde sem caráter de urgência, os tratamentos de radioterapia têm um TMRG definido de 15 dias seguidos contados desde a indicação clínica. Adicionalmente está definido para a realização de meios complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT) integrados e em programas de seguimento um tempo para realização dentro do TMRG definido para a realização do plano de cuidados programados em que se insere a necessidade de realização do MCDT. Com os equipamentos incluídos nesta candidatura o CHULN irá cumprir com o TMRG definido.

Neste contexto, os equipamentos incluídos nesta candidatura, irão contribuir para o cumprimento dos tempos máximos de espera no CHULN e na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Para além dos resultados em termos de aumento da eficiência e da capacidade, que permitirão aumentar de forma significativa o número de doentes atendidos e o acesso da população, identificam-se outros benefícios e resultados, de que se destacam:

  • Aumento da fiabilidade, segurança e conformidade dos parâmetros e processos nos tratamentos do doente.
  • Melhoria da rentabilização da capacidade instalada pela melhoria da eficiência dos equipamentos.
  • Redução de custos da área clínica e financeira por redução ou eliminação da transferência de doentes para unidades privadas.
  • Aumento da qualidade e acuidade dos exames de planeamento de radioterapia realizados.