Novo Modelo de Relacionamento com o Utente

 

Ficha de Projeto | SAMA2020 | Operação nº 35420 | Processo Citizen Care 

 

Designação do Projeto | Citizen Care - Implementação de um novo modelo de atendimento e prestação de cuidados de saúde ao Cidadão

Código do Projeto | POCI-02-0550-FEDER-035420

Objetivo principal | Melhorar a gestão do atendimento, otimizar a comunicação e a interação do Utente com o CHLN

Região de intervenção | Lisboa

Entidade beneficiária | CENTRO HOSPITALAR LISBOA NORTE EPE

Data de aprovação | 2018-05-11

Data de início | 2018-06-02

Data de conclusão | 2020-05-31

Custo total elegível | 999.997,90€

Apoio financeiro da União Europeia | 569.249,42€

 

Objetivos

Implementação de um novo modelo de atendimento e prestação de cuidados de saúde ao cidadão,  através da disponibilização de uma solução disruptiva, capaz de quebrar barreiras geográficas, contribuindo para a aproximação cada vez maior do Utente ao SNS.

 

Principais atividades

A criação do novo modelo tem por base dois pilares fundamentais: Comunicação e Acesso. Relacionados entre si, estes foram estrategicamente delineados com o intuito de dar resposta aos constrangimentos identificados, promovendo a modernização dos serviços públicos.

I) Solução “Communication360”:

  • APP mobile: pretende-se criar uma APP do CHLN na qual estarão presentes um conjunto de funcionalidades tais como: Cancelamento de agendamentos, Emissão de documentos e registo de pedidos (ex.: Declaração de Presença, Comprovativo de Pagamento, Registo Clínico, Relatório Médico), Obtenção de senha de atendimento, Notificação de alerta de aproximação de chamada da vez correspondente ao número de senha, Notificações de próximas consultas (presenciais e teleconsulta) e exames, Formulários para reclamações, sugestões e elogios, etc., Notícias e Conselhos importantes para a promoção da saúde, Aviso de pagamentos em atraso, com informação relativa ao meio de pagamento, Funcionalidade revolucionária e inovadora de Georreferenciação em tempo real, que indica o caminho ótimo para um dado destino dentro do Hospital, permitindo uma otimização do tempo do Utente;
  • Portal do Utente: disponibilização de uma área reservada ao Utente no website institucional do CHLN, na qual será dado acesso a um conjunto de funcionalidades, tais como: Agendamento de visitas, Georreferenciação, Aviso de pagamentos em atraso com informação relativa ao meio de pagamento, Cancelamento de agendamentos, Emissão de documentos e registo de pedidos;
  • Atendimento automático de Utentes: colocação de quiosques de check-in automático em diferentes serviços para uma melhor gestão das filas de espera e desmaterialização dos serviços, contribuindo para a redução de encargos administrativos;
  • Patient Visitor Interface: conceção de um espaço físico onde os Utentes, em regime de internamento, consigam interagir de forma não presencial com os familiares e amigos (via videochamada). São diversos os casos de Utentes que se encontram em zonas menos desenvolvidas longe dos familiares, sendo que a deslocação destes para além de dispendiosa é por vez impossível. Acredita-se que a introdução de uma solução que permita encurtar esta distância irá contribuir para o bem-estar do Utente na instituição e inerentemente para uma recuperação mais eficiente.

 

II) Solução “Health Anywhere”:

Através da solução “Health Anywhere” passa a ser possível a realização de consultas remotas, sem que o doente tenha de se deslocar ao CHLN.  Esta solução possui duas vertentes: Utente – CHLN (em que o Utente tem autonomia para realizar a consulta de Telemedicina no local que quiser de forma remota) e Cuidados de Saúde Primários (CSP) – CHLN, ambos com o objetivo de contribuir para a igualdade dos cidadãos no que se refere ao acesso aos cuidados de saúde, independentemente da sua condição económica e do local onde residam.

 

Resultados esperados / atingidos

À data de 19 de junho de 2018, o projeto apresenta uma taxa de execução baixa pois encontramo-nos na fase de planeamento e da realização dos procedimentos aquisitivos.

Esperamos até 31 de Dezembro de 2018 ter 36% do projeto concluído. É expectável que até 30 de Junho de 2019 o projeto tenha um grau de execução de 64% e que esteja completamente finalizado até 31 de Dezembro de 2019.